Aprendendo tabuada de forma lúdica e divertida

Uma das grandes dificuldades que os estudantes encontram nos primeiros anos de ensino é o aprendizado da tabuada. Muitas vezes o aprendizado da tabuada torna-se algo mecânico e desgastante, porém esse conhecimento é fundamental para o bom desempenho acadêmico e através dele realizamos inúmeras atividades. Sabemos que não faz sentido o estudante decorar mecanicamente as tabuadas apenas para recitá-las. Ele precisa sim memorizá-las, para utilizá-las como instrumento facilitador na resolução de outros conteúdos matemáticos. Esta memorização deve acontecer “sempre” depois da compreensão. As professoras Regiane Maldonado e Cristiane Correa, dos 4º anos do Instituto Nossa Senhora Auxiliadora – Cambé - PR, iniciaram o segundo semestre com atividades lúdicas, porém divertidas e desafiadoras através de jogos variados, como: Passa ou Repassa, Batalha da tabuada, Jogo do “Plim”, entre outros. Profª Regiane Maldonado

  Galeria de Fotos (clique sobre as fotos para aumentá-las):